3 de novembro de 2009

Secretário explica comportamento de médicos do Municipal

Na manhã desta terça-feira (03), o secretário de Saúde de Santa Cruz do Capibaribe, David Muniz concedeu entrevista às Rádios Comunidade FM e 101 FM atendendo convite de seus comunicadores, com o objetivo de esclarecer à população, o comportamento de alguns médicos do Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão, que desde a última sexta-feira (30/10), não estão cumprindo as escalas de plantão na Unidade de Saúde.

“No mês passado, quando surgiu nos bastidores um indicativo de paralisação e pedidos de demissão, a Secretaria de Saúde convocou a classe para um diálogo e prontamente atendeu as reivindicações da categoria reajustando os salários e está pagando em dia, Portanto, não entendemos essa atitude ostensiva por parte de alguns médicos que por não aceitarem as mudanças internas estão prejudicando a população e desrespeitando o compromisso assumido”.

Mesmo tendo assumido a Secretaria apenas a dois meses, após encontrar um quadro desfavorável à prestação de serviços de Saúde a população local, o secretário informou que algumas medidas necessárias serão tomadas, preconizando o Programa Pacto Pela Vida, determinado pelo Sistema Único de Saúde - SUS.

“Dentre essas medidas e em caráter excepcional, estamos indicando o Dr. Edimilson Henalt para responder pela Coordenação Médica da Secretaria Municipal de Saúde, a partir desta quarta-feira (03), até conclusão e implantação das reformas necessárias”, concluiu David Muniz.
-
Assessoria de Imprensa

6 comentários:

Anônimo disse...

Em primeiro lugar, este secretário nunca sentou na mesa de negociações com os médicos plantonistas do hospital, toda negociação foi realizada com o prefeito e o secretário de governo;
Em segundo lugar, colocou como diretor médico um cidadão que se diz "cardiologista", sem nenhum curso de especialização, e, mais, este cargo deveria ter sido eletivo como manda o cremepe. AVALIE A IMPRENSA E VEJA SE O QUE EU DIGO É VERDADE!

Anônimo disse...

Dr. Victor passou 03 (três) dias consecutivos no hospital durante o período de greve dos médicos, e foi indiciado pelo secretário ao ministério público por responsabilidade diante da greve. Hoje, quarta-feira, o hospital sem médico e o novo diretor médico abandona o plantão, e mais, convoca um psiquiátra para assumir o plantão.PERGUNTA: SERÁ QUE O SECRETÁRIO IRÁ INDICIAR O NOVO DIRETOR AO MINISTÉRIO PÚBLICO!!??

Anônimo disse...

pEngraçado, um cidadão que não conhecemos explica o comportamento dos médicos de nossa cidade, e quem explica o comportamento deste ilustre cidadão?
Quem é ele?, qual seu currículo, sua graduação, graduação de sua equipe??? Quais as experiências administrativas?
Deveríamos ter novos hábitos: Vamos verificar a lista de bens atual; Referências profissionais (como todo empregador), etc....

Anônimo disse...

Até agora só observo falsos argumentos: O secretário diz que dialogou com os médicos-Médicos referem que nunca tiveram encontro com ele; Secretário diz que pagou os médicos-Médicos dizem que até quarta-feira não receberam os salários; MENTIRAS, PICUNHIAS E O POVO PAGANDO COM MAIS SOFRIMENTO!

Anônimo disse...

Como é que o DIRETOR MÉDICO do HOSPITAL MUNICIPAL nunca deu um plantão neste município?. Pergunta a ele se sabe a população, o número de atendidos/dia, população flutuante (será que ele sabe o que é isso?), a população de municípios vizinhos que são atendidos aqui, e se ele sabe a difernça entre plantonista de urgência e psiquiatra? É tá mau ou mal???????????????

Victor disse...

Aqui vai a lista dos médicos que não querem mais trabalhar em Santa Cruz:

Dr Pedro de Lima
Dr Gustavo Liborio
Dra Liliane Fabiola
Dr Hugo Alexandre
Dr Adilson Juvino
Dr Tiago Coelho
Dr Marcio Lima
Dr Andre Vidigal
Dr Victor Romero
Dr Valter Ferraz Filho